História

A “defesa, promoção e divulgação do vinho produzido na freguesia de Lamas” são, segundo o grão-mestre da confraria báquica de Miranda do corvo, Raul Marques, os objectivos que conduziram à criação da Confraria. 
 
Numa freguesia tradicionalmente agrícola e onde a produção de vinho assume um carácter dominante, funcionando como complemento económico para muitas das famílias, Raul Marques considera que esta poderá ser uma oportunidade para levar os produtores a debaterem os desafios com que são actualmente confrontados pelo mercado, associando-se na defesa de “um produto muito característico e que merece ser preservado e promovido”. 
 
A Confraria do Vinho de Lamas surgiu da vontade de 30 produtores de vinha da freguesia, no início de 2007, e têm como objectivo promover o vinho e encontrar soluções para uma comercialização de sucesso, estando pensado para o efeito a constituição de uma cooperativa. Assim, em Janeiro de 2007 a Confraria realizou o seu primeiro capitulo.